terça-feira, 4 de setembro de 2012

Sem técnico, Lajeadense estuda nomes para ocupar o cargo

Picoli acertou com o Caxias

Com a recente saída de Antônio Picoli do comando do Lajeadense, o time retrocede e busca novas formas para estruturar o time.
 
O primeiro vice-presidente do Lajeadense,  Everton Giovanella,  diz que em termos de comissão técnica o time volta à estaca zero com a saída do técnico Picoli para o Caxias. Acrescenta que é  normal, que ao aparecerem  as oportunidades, os profissionais optem pela qual, na sua visão, o fará crescer.

Picoli não tinha contrato com o time. O treinador teria comentado que há algum tempo aguardava uma proposta para comandar alguma equipe da série C, do campeonato brasileiro.

Everton diz que os antigos nomes, cotados para treinar o Lajeadense permanecem, e que estão surgindo novas propostas para ocupar o cargo. Caso Picoli não acertasse com o time, Paulo Pereira era a opção mais forte. Neste momento, a direção busca conhecer o trabalho destes profissionais, para assim, encontrar a comissão técnica mais adequada para comandar o time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário