quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Zagueiro Heberson retorna e Bagé treinará com os portões fechados

Rodrigo é alternativa para compor o ataque
O Bagé começa a adotar o mistério a quatro dias do clássico Ba-Gua 409 da história. Com a ausência do meia João Cléber, além do retorno de Luciano Rita, entre outras possíveis alterações na equipe titular, Tiago Nunes vai fechar os trabalhos técnicos e táticos de quinta e sexta-feira, no Pedra Moura. A tendência é que o treinador confirme o time que começa o jogo somente 45 minutos antes das equipes entrarem em campo.
 

De acordo com Nunes, com o clima tenso que envolve o confronto em uma cidade de porte pequeno torna-se necessário proteger o grupo de elementos externos ao duelo. Hoje, o treinador orienta um trabalho com ênfase para a bola parada, enquanto na sexta-feira acontece o único coletivo antes da partida. 

- A partir do momento que o adversário tem a escalação em mãos fica fácil dimensionar a nossa proposta. É um jogo de detalhes, que pode ser decidido em dois minutos, aponta.

Entre as dúvidas, que o comandante deverá manter até domingo, está o possível aproveitamento do volante Rodrigo Dias que terça-feira somente correu em volta do gramado. O maior mistério, entretanto, paira sobre o substituto do articulador João Cléber. O centroavante Rodrigo, único atleta com características distintas dos demais homens de frente, surge como alternativa.

- São situações que ainda iremos avaliar, no entanto, pretendo manter essas questões até o dia do jogo, garante.

Heberson retorna
O zagueiro, natural de Dom Pedrito, não se acertou com o futebol chinês e se reapresentou no Pedra Moura. O atleta vai passar por um período isolado de pré-temporada e será reforço durante a disputa da Série B do Campeonato Gaúcho. Atualmente, o setor conta com Marcelo Oliveira, Arruda, Leandro Magrão, Xavier e Aguinaldo.

Marcel Nunes - Jornal Minuano

Nenhum comentário:

Postar um comentário