terça-feira, 3 de julho de 2012

Tiago Nunes quer fazer história no Bagé

Técnico chega com objetivo de fazer história no Pedra Moura 
 A última aparição do Bagé na Série A do Campeonato Gaúcho ocorreu em 1994. Desde então, o clube bateu na porta da Primeira Divisão uma série de vezes, no entanto sempre em êxito. Pois, hoje às 15h, jogadores e comissão técnica se apresentam no Pedra Moura com objetivo de construir uma nova caminhada e fazer história com a camisa amarela e preta. A frente destes homens vai estar o comandante Tiago Nunes, decidido a deixar seu nome no memorial da instituição.

Apresentado há 11 dias como treinador da equipe, o jovem santa-mariense realiza desde então um diagnóstico de medidas a serem tomadas no trabalho deste o segundo semestre. Apesar de apenas 32 anos, já é uma década dedicada ao futebol. Período suficiente para construir um processo de reconstrução do Bagé no futebol gaúcho.


- Sempre ouvi falar que o futebol bajeense tem muita fibra, pegada, porém clubes pouco organizados. Vim para cá para deixar algum legado, não quero somente ser mais um, garante.

E este trabalho extracampo teve início logo na chegada ao Pedra Moura. Depois de conhecer as instalações e a estrutura que vai ter a disposição, o profissional começou a projetar a logística que será incrementada durante a Série B do Campeonato Gaúcho. Desde o material didático de treino, como bolas e cones, a vestiário, concentração e viagens.

Com um grupo encaminhado deste a temporada passada, o técnico também implantou uma alteração de perfil nos jogadores buscados pelo departamento de futebol. Com um campeonato onde o acesso pode ser obtido em 14 partidas, Nunes destaca que não podem haver falhas.


- Observei a necessidade de procurar alguns jogadores mais maduros para equilibrar o plantel. Não teremos tempo para apostas, as respostas precisam ser imediatas. Por isso, as chegadas de Tiago Rocha e Xavier, explica.

A opção por jogadores experientes também é resultado da conduta que o treinador espera do grupo fora de campo. De acordo com Nunes, não há mais espaço para “boleiros” no futebol.


- Se quisermos ver o Bagé na Divisão de Acesso em 2013, é preciso mudar o que não vinha dando certo. Seja gestão de futebol, conduta de vestiário e, especialmente, muita atenção com o extracampo dos atletas, garante.

Quem deve se apresentar
Goleiros: Fernando Costa, Diego Machado, Dodô;
Laterais: Pedro Jr. e Weverton
Zagueiros: Arruda, Heberson, Leandro Magrão e Xavier.
Volantes: Evandro, Luciano Ritta, Dieison, Rodrigo Dias e Tiago Rocha;
Meias: Juninho Oliveira, Hiroshi, Luis Fernando e Alex;
Atacantes: Rodrigo, Gêison e Tainã

Marcel Nunes - Jornal Minuano

Nenhum comentário:

Postar um comentário