terça-feira, 29 de maio de 2012

Eduardo Fantinel está de volta ao Estádio dos Eucaliptos


Recuperado de lesão no púbis, Eduardo Fantinel voltará a vestir a camisa esmeraldina

 Um dia após ser derrotado pelo União-FW na Divisão de Acesso, o Riograndense teve uma segunda feira bastante movimentada. Pela manhã, o centroavante Kelson passou por uma cirurgia no tornozelo direito depois das fraturas na tíbia e fíbula ocorridas na partida de ontem. Já à tarde, na reapresentação do elenco no Estádio dos Eucaliptos, duas dispensas no grupo esmeraldino. O goleiro Goico e o lateral direito Airton, não fazem mais parte do clube.

A decisão das duas dispensas foi tomada em conjunto entre comissão técnica e diretoria do clube em reunião no começo da tarde. Embora a direção não tenha deixado claro o motivo das saídas de Goico e Airton, tudo leva a crer que o comportamento dos atletas influenciou para a sentença. O lateral direto também não teria dado a resposta esperada quanto a sua recuperação.
O diretor de futebol Juliano Leite, junto com o gerente executivo esmeraldino, Renan Mobarack, conversou durante cerca de 40 minutos com o grupo de jogadores no gramado antes das atividades. Na conversa, os jogadores também foram ouvidos pelos dirigentes. Sobre o episódio de Goico e Airton, Juliano Leite se limita a comentar sobre o caso e não revela os motivos para as dispensas.
- Foi externado pela comissão técnica a sua posição a respeito da utilização de alguns atletas e nos acabamos acatando a decisão, já na evidência da não utilização, recursos e da parte financeira. Dispensamos Goico e o Airton, e os assuntos são de ordem interna, são nossos. Tende a questões clube-atleta e nada mais. – Afirma o diretor de futebol da equipe.
Após receber o comunicado da dispensa, o goleiro Goico, que atualmente estava na reserva, disparou fortes críticas ao técnico Tiago Nunes. Deixou claro que sua insatisfação e desavença com o treinador começou quando perdeu seu lugar no time titular. Segundo Goico, o treinador Tiago Nunes “teve uma conduta não muito profissional” com ele.
- Ele (Tiago Nunes) me vetou no jogo contra o Guarany de Camaquã . Conversei com ele numa boa, falei que estava em um bom momento, mas ele simplesmente me vetou. Falou que eu ia voltar no jogo seguinte o que não ocorreu. Se ele fosse um cara de boa índole isso não acontecia. Mas eu estou tranquilo, fiz meu trabalho. Tiago tem que repensar algumas coisas para a vida profissional. Ele tem que aprender muito ainda no futebol. Uma pessoa que quer chegar e ajudar um grupo tem que ser companheiro e não soberbo. É inaceitável depois de tudo que fiz pelo clube ser tratado da maneira que fui tratado. Quero deixar bem claro que não foi pelos dirigentes, e sim exclusivamente pelo técnico Tiago Nunes. – Dispara o goleiro, indignado com sua saída.
Para a vaga de Goico, a alternativa é outro camisa 1 santa-mariense. Eduardo Fantinel, 20 anos, que teve o pré-contrato com o clube rescindido na pré-temporada em função de uma lesão no púbis, foi chamado de volta. Como está inscrito na Federação Gaúcha de Futebol (FGF), poderá voltar a vestir a camisa esmeraldina. O goleiro confirma que se apresentará nesta terça-feira.

- Depois da lesão, ficou meio difícil. Eu estava na cabeça que não ia voltar neste semestre. Mas deu tudo certo - afirma Eduardo Fantinel, que teve a lesão constatada em janeiro e se recuperou bem antes dos seis meses da previsão inicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário